Cardiologia

Supervisora: Dra. Vilma Neri Shinsato

  • Graduação em medicina Faculdade de Medicina de Marília.

  • Estágio em tempo integral em cardiologia reconhecido pela FUNCOR-Sociedade Brasileira de Cardiologia no I.C.M. Instituto do Coração de Marília. 

  • Estágio Voluntário junto a Disciplina de Cardiologia , na área de Ecocardiografia, Ecocardiografia Transesofágica e Estresse Eco do Núcleo Assistencial de Medicina, do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Marília.

  • Título de especialista em Cardiologia AMB e SBC.

  • Preceptor tempo parcial do programa de residência médica em cínica médica da Santa casa de Araçatuba

  • Professora de graduação do curso de Medicina.pelo Centro Universitario Católico Salesiano de Araçatuba.

  • Supervisão do estágio de Cardiologia da residência de Clínica Médica da Santa Casa de Misericórdia de Araçatuba desde março de 2017.

  • Pós graduação lato-sensu- Especialização em Preceptoria de Residencia Medica no SUS pelo Hospital Sírio Libânes

Preceptores:

  • Antonio Donizete Soares

  • Célia Conceição de Matos

  • Celso Biagi

  • Helio Poço Ferreira

  • Humberto Alencar de Araujo Sanchez

  • Leonardo Alves Batista

  • Rogerio de Paula Garcia Caravante

  • Tarcísio Vezzi Almodova

  • Vilma Neri Shinsato

Vilma.jpg

A especialidade

Objetivos gerais

 

       Preparar cardiologistas aptos a promover a prevenção de doenças cardiovasculares e manejar os fatores de risco para as doenças cardiovasculares. Formar cardiologistas capacitados na avaliação, diagnóstico diferencial e tratamento de pacientes com doenças cardiológicas, tanto na fase aguda quanto nos quadros crônicos. Capacitar para o atendimento aos pacientes no serviço de emergência, Unidade de Terapia Intensiva (UTI), internação clínica e ambulatório; além de habilitados no emprego dos métodos diagnósticos e terapêuticos da especialidade. Na conclusão do período de residência, o cardiologista estará bem preparado para oferecer terapias baseadas em evidências para uma grande variedade de doenças e quadros cardiológicos em um ambiente de emergência, hospitalar e ambulatorial, elaborar e implementar protocolos clínicos de cardiologia baseados em evidências, auxiliar na organização dos serviços e das redes de atenção e realizar pesquisa clínica na área de cardiologia.

Objetivos intermediários

    Formar médico cardiologistas com conhecimentos teóricos e habilidades em cardiologia e áreas relacionadas que capacitem o médico a identificar e solucionar os problemas do paciente com estas condições clínicas ou sob risco. Desenvolver espírito de trabalho em equipe, multiprofissionalidade e transdisciplinariedade assistencial. Desenvolver o espírito de pesquisa dentro de preceitos metodológicos éticos e humanísticos.

 

     Objetivo quanto a aprendizagem:

Básico - metabolismo cardíaco; fisiologia; noções de biologia molecular em doenças cardíacas; eletrofisiologia; controle neural e humoral do sistema cardiovascular; noções de epidemiologia clínica e metodologia científica; Aplicado - insuficiência cardíaca, insuficiência coronária aguda e crônica, cardiopatias congênitas, valvopatia e doenças reumáticas, cardiomiopatias e doença de chagas,dislipidemias, hipertensão arterial, eletrocardiograma, arritmias, hemodinâmicas e métodos diagnósticos afins

Prático: o treinamento deve ser desenvolvido por meio de reuniões clínicas e diagnósticas, anatomoclínica, clínico-cirúrgica e de estágios rotatórios assim distribuídos: unidade de internação - Assistência médica
a pacientes internados em enfermaria, emergência, UTI , UCO e interconsultas, participação ativa em procedimento invasivos e não-invasivos.

 

Ao término da Residência o médico deve estar apto a:

1. Realizar anamneses detalhadas, exame cardiovascular completo, elaborar hipóteses diagnósticas e estratificar o risco cardiovascular.

2. Definir diagnóstico topográfico, sindrômico e etiológico com precisão e estabelecer diagnósticos diferenciais.

3. Propor e orientar a investigação necessária para a confirmação diagnóstica.

4. Definir e indicar o melhor tratamento ou medida preventiva baseado em evidências científicas para cada patologia considerando a prevenção e promoção de saúde, condições agudas, crônicas e propor programas de reabilitação quando indicados.

5. Ser capaz de selecionar, analisar e interpretar cada uma das técnicas invasivas e não invasivas da especialidade, com foco no raciocínio diagnóstico e no uso racional de recursos; incluindo os métodos gráficos: eletrocardiografia, Holter, teste de esforço, Monitorização Ambulatorial da Pressão Arterial (MAPA), Monitorização Residencial da Pressão Arterial (MRPA); exames de imagem não invasivos: radiografia, ecocardiografia, tomografia, ressonância, medicina nuclear; e exames de imagem invasivos.

6. Saber realizar e interpretar exames não invasivos complementares.

7. Participar da elaboração de protocolos assistenciais, bem como identificar e monitorar indicadores assistenciais.

8. Desenvolver pesquisa clínica na área de cardiologia.

Serviço de Hemodinâmica
Sala de Emergência do Pronto-Socorro